sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Perto de Montemor

Nos meus passeios para Évora, às vezes paro nas áreas de serviço para tomar um café e fumar um cigarro.
Não tenho um local de preferência, pode ser um qualquer.
Outro dia parei na área de serviço de Montemor-o-Novo e deparei-me com uma estátua em que nunca tinha reparado:
Chama-se O Conquistador e é da autoria de Jorge Pé-Curto.
À primeira vista é uma estátua esquisita, surpreendente. Mas olhando para ela de vários pontos, olhando para ela várias vezes, acaba-se por gostar.
O que é desconcertante nela, a meu ver e num primeiro contacto, é o facto de ter duas cabeças ou, pelo menos, assim parecer.
O guerreiro está com uma cara séria, determinada. A outra cara, que seria, eventualmente, uma cota de malha, pelo contrário, é sorridente, pacífica. Parece que está consolado.
Procurei coisas sobre o autor e encontrei isto e isto.
O primeiro é um conjunto de trabalhos do escultor, todos na mesma linha estética.
O outro é um texto sobre o autor (tem um erro tolo ao dizer que é em plena A-2; claro que não é e um mínimo de cuidado imporia que se dissesse que é na A-6).
Mas isto agora não interessa nada.
Vale a pena passar pelo local.

Nenhum comentário: